quinta-feira, 21 de julho de 2011

Documentação para veículo 0km

Olá folks, olha novamente eu aqui.

Essa semana tive uma dúvida e uma surpresa também. Fui saber o quanto ficava para fazer a documentação da minha moto. Resolvi fazer algumas pesquisas e contas tb. Liguei em um despachante bem conhecido na minha cidade, preço de toda documentação: 720. Uiiiii achei um pouco salgado, quase o mesmo que na concessionária! Então eu tinha mais opções. Liguei em um conhecido meu: 680. Ainda não. Por via das dúvidas, como eu não tinha tanta pressa assim, passei no Ciretran. Toda documentação por: 460. Ahhhh, a minha cara esse valor, rsrs.

Vou descrever aqui o passo a passo para vc que comprou sua moto agora e quer fazer toda documentação por sua conta, sem precisar do despachante.

Bom gente, antes de qualquer documentação, a minha preocupação foi colocar a moto no seguro. Fiz também uma pesquisa de seguradoras X rastreadores e bloqueadores. E escolhi a Porto Seguro, foi a mais em conta. Os rastreadores e bloqueadores também são legais, mais o preço sairia quase o mesmo que o do seguro, então resolvi optar pelo seguro, que é mais seguro, rsrsr.

Primeiros passos - documentos:

Quais documentos devem ser apresentados? 
  • Original e cópia do RG e CPF. O RG pode ser substituído por: documentos de identidade oficiais emitidos pelo Ministério da Defesa (Exército, Marinha e Aeronáutica) ou documentos de identidade emitidos pelas Polícias do Estado de São Paulo ou Registro Nacional de Estrangeiro (RNE) ou documentos de identidade de Conselhos ou Ordens de Classe (exemplos: OAB, CRM, CREA) ou Carteira Nacional de Habilitação (CNH) modelo com fotografia.
  • Cópia da Nota Fiscal do fabricante;
  • Primeira via original da Nota Fiscal da revenda (concessionária, montadora), ou via eletrônica impressa, com o decalque legível do chassi;
  • Em caso específico de reserva de domínio, anexe contrato original devidamente preenchido e assinado com as firmas de seus signatários reconhecidas (comprador, credor, testemunhas e avalistas);
  • Original e cópia dos comprovantes de pagamento do IPVA e DPVAT.
  • Formulário RENAVAM preenchido em 2 (duas) vias. Para preencher o formulário clique aqui. Imprima 2 (duas) vias;
OBS: O serviço pode ser realizado também por procurador legal ou parente próximo. 
  • Quando realizado por procurador, apresentar procuração original com firma reconhecida por semelhança e copia do RG do proprietário. 
  • Quando solicitado por parente, apresentar: a) pelos PAIS: certidão de nascimento do filho ou documento de identidade oficial do filho onde conste a filiação (RG, ou documentos de identidade oficiais emitidos pelo Ministério da Defesa (Exército, Marinha, Aeronáutica) ou documentos de identidade de Conselhos ou Ordens de Classe (exemplos: OAB, CRM, CREA) ou Carteira Nacional de Habilitação (CNH) modelo com fotografia; b) por FILHOS: documento de identidade oficial onde conste a filiação; c) pelos IRMÃOS: documentos do proprietário onde conste a mesma filiação (pai e/ou mãe); d) por CÔNJUGE: a Certidão de Casamento registrada no Registro Civil de Pessoas Naturais ou Termo de União Estável.
Passo a passo
  1. Dirija-se a uma agência bancária com o CPF (pessoa física). Recolha as taxas dos serviços de registro (código 400-5) e de lacração (código 403-0), em favor da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo, recolhendo o valor para atendimento nos postos;
  2. Compareça a sua unidade de trânsito DETRAN (pra quem mora na capital) CIRETRAN (pra quem mora em outra cidade, que é o meu caso) – Seção de CRV - ou ao postos do Poupatempo:
  3. De posse do formulário RENAVAM preenchido e das guias com os valores de IPVA e DPVAT dirija-se a uma agência bancária para realizar o pagamento do IPVA, DPVAT e da taxa referente ao registro do veículo;
  4. Compareça a sua unidade de trânsito – Seção de CRV, de posse de todos os documentos, inclusive cópias dos comprovantes de pagamento, para finalizar o processo de registro de seu veículo 0 km.
  5. No prazo estabelecido, compareça a sua unidade de trânsito em que deu início ao processo para retirar a documentação e, de posse do IPVA original e do comprovante do recolhimento da taxa do serviço de lacração, realize o emplacamento do veículo:
    • Na capital, dirija-se a um dos pátios do Detran (ver endereços);
    • No Posto Poupatempo são realizados todos os procedimentos para o registro de veículo 0 km, com exceção do emplacamento, que deve ser realizado na Unidade de trânsito da localidade.
Quanto custa o serviço?
  • Taxa referente ao registro do veículo: R$ 193,70;
  • Taxa de lacração: R$ 67,18.
OBS.1: O valor referente ao Seguro Obrigatório sofre variações de acordo com o tipo de veículo.
OBS.2: O valor referente ao IPVA sofre variações mensais.

 
Onde pagar?
Nos bancos relacionados (ver a relação de bancos).

Entrega do documento
Os locais de entrega dos documentos são sempre os mesmos onde o cidadão solicitou o serviço.
Este documento poderá ser retirado pelo interessado, procurador legal ou parente próximo.







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário